<$BlogRSDUrl$>

sábado, dezembro 25, 2004

Um Feliz Natal... 

No Natal, esquecemo-nos do frio, da chuva, dos nossos problemas e até do mundo; mas nunca nos esquecemos dos nossos amigos. Para todos os que se consideram amigos deste Diário, um feliz Natal e um excelente 2005.
|

segunda-feira, dezembro 06, 2004

"Carta aberta a Pacheco Pereira"

Triste país o nosso...
Triste país este em que, denunciadas algumas das mais graves irregularidades laborais contempladas pela nossa legislação, tudo parece manter-se na mesma.
Triste país o nosso em que, denunciadas restrições a direitos constitucionalmente estabelecidos, tudo se mantém na mesma....
Triste país o nosso em que as pessoas, por mais que critiquem os media, não resistem à secular arte da lisonja e nela caem, tornando-se cúmplices dos actos de quem pratica essa mesma lisonja...
Triste país o nosso em que aqueles que, em determinados momentos, nos parecem vozes livres, se revelam, afinal, como vozes condicionadas por compadrios obscuros ou, na melhor das hipóteses, vítimas da mais abjecta das vaidades...
Triste país o nosso em que pessoas sem notoriedade pública andam há meses a clamar por justiça e não vêm mais do que reflexos dos mesmos compadrios de sempre....
Triste país o nosso, que nunca muda.
Triste país o nosso, que tem frases como "triste país o nosso" criadas por pessoas que não têm a menor vontade de mudar seja o que for neste triste país....
Triste país o nosso que tem "jornais" a tentar contornar as ilegalidades e inconstitucionalidades denunciadas, e que para as contornar, nada mais encontra do que a lisonja fácil...
Triste país o nosso que tem quem a aceite de bom grado...
Triste país o nosso em que quem denuncia é relegado para a categoria de "sem credibildade", como se perder o emprego, nos dias que correm, fosse um acto corriqueiro de teenagers armados em bloguistas...
Triste país o nosso em que, mais de seis meses passados sobre denúncias gravíssimas, nem um único processo difamação e em que, pelos vistos, se mantem a credibilidade de quem ainda julga viver no 24 de Abril...
Triste país o nosso em que quem escreve "triste país o nosso" tem uma multidão de fiéis cegos a segui-lo... Triste país o nosso porque, vistos os últimos desenvolvimentos, é de uma homilia que se trata... Falsa , como todas as homílias...
Triste país o nosso, pois que são os tristes (jornal) que nele mandam, e os tristes (bloguista) que nele parecem fazer oposição...
Triste país o nosso, este....
Um triste país que, por ser triste, é só o seu, Dr. José Pacheco Pereira....
Um dia, sabe, será ainda triste o país que o seu foi.
O meu, Dr. José Pacheco Pareira, é e será sempre um país orgulhoso e orgulhoso...
Triste país o seu...
Orgulhoso país o meu...
|

This page is powered by Blogger. Isn't yours?